quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Professor Tibúrcio e a tecnologia

11
O auditório da Assembléia Legislativa de SC estava lotado. Tinha mais gente do que assentos. A palestra “Inovação: a criatividade na era digital”, que estava prevista para às 19 horas, só começou tempos depois. Depois de jogar Forca e Jogo da Velha, ver gente comendo bala, chiclete e até biscoito de polvilho, alguém apareceu com a apresentação em um pendrive que insistia em falhar.
Após 40 minutos de espera e uma introdução que fez jus ao palestrante, Marcelo Tas deu o ar da graça. Ao som de muitos aplausos, chegou dizendo que não ia falar sobra a vida pessoal de Marco Luque, pois o próprio havia pedido para não comentar a respeito.
Brincadeiras à parte, Tas falou sobre a evolução da informação, sobre a época em que ganhou uma bolsa para estudar nos Estados Unidos, contou como foi parar no departamento de novas mídias e como foi voltar para o Brasil após os estudos. Também descreveu um fato interessante e engraçado onde foi convidado a almoçar com o chefe de um amigo para contar como era essa tal internet. Disse ele que o chefe não deu bola e ainda avisou ao amigo que não queria mais que o levasse para almoçar com seus amigos “maconheiros”. Naquela época falar sobre internet, ou melhor, “viajar na maionese” sobre internet era coisa de “maconheiro”.
Antes de encerrar a palestra, Marcelo Tas falou sobre Wikipedia, blogs, e é claro, sobre o Twitter. Ele perguntou quem, dos presentes, tinha Twitter. Fiquei meio abismada, pois poucos levantaram a mão. Além disso, ele disse estar espantado por ser o mais seguido.
Claro que não vou citar tudo aqui, porque o post ficaria muito chato. No final, o microfone foi aberto ao público para perguntas. Essas que na maioria foram interessantes, porém uma em especial fez com que a pessoa passasse por um certo mico, mas tudo bem, pois Marcelo Tas é um gentleman e respondeu devidamente. Outra pessoa queria saber o motivo de não ter mulher no CQC. A resposta foi que já existe uma mulher no CQC. Adivinhem quem é? Ele disse que é o Rafael Cortez. Coitadinho. Eu achei que ele ia dizer que era o Marco Luque.
Resumindo, a palestra foi ótima. Alguns dados eu já sabia, mas foi interessante ouvir o que um profissional tão respeitado tem a falar, ouvir sua opinião perante algumas situações. Foi muito bom conhecer o Tas. Acho que poucas pessoas, além da minha mãe, sabem que morro de amores por ele. Afinal de contas ele fez parte da minha infância e foi o primeiro homem careca que vi na vida e achei lindo. E acreditem, eu tirei foto com ele, graças à mãe do Léo que me levou arrastada pro palco, pois a minha vergonha é maior do que eu.
Então, para deixá-los um pouco mais perto do momento pelo qual passei, editei um vídeo com alguns momentos da palestra. As fotos que bati, quem sabe um dia eu coloque por aqui.



P.S.: Antes que falem, minha câmera não estava suja, ela está com uma falha no LCD.
____________________________________________

Editado:

Acho que todos sabem o que Santa Catarina vem passando.
Não vou escrever muito, pois o que realmente importa é que há gente precisando de ajuda. Só gostaria de comentar que estou muito feliz com a manifestação que as pessoas vêm fazendo, com a ajuda delas. Inclusive em blogs. Acabei de passar pelo blog do Felipe Andreoli e do Rafael Cortez e eles escreveram sobre nossa situação. Fica aí a dica para que vocês dêem uma olhadinha no blog deles. Confesso que o Rafael Cortez conseguiu me fazer chorar.

- Doação de alimentos, roupas e/ou cobertores em Santa Catarina: Senac/SC, CIEE/SC, OAB/SC e Defesa Civil de todas as cidades catarinenses.
- Doação de alimentos, roupas e/ou cobertores em outros estados: Encaminhe doações para a defesa civil de seu estado ou para o exército.
- Para ser um voluntário: Divulgador da Campanha de Doações SENAC / Voluntário organizador de campanha para desabrigados / Divulgador da Campanha de Doações CIEE / Divulgador de formas de apoio aos desabrigados de SC
- Para doação de dinheiro: Banco do Brasil (Agência 3582-3/Conta corrente 80.000-7) e BESC - Banco do Estado de Santa Catarina (Agência: 068-0 / Conta corrente: 80.000-0). O nome da pessoa jurídica é Fundo Estadual da Defesa Civil, CNPJ - 04.426.883/0001-57.

Fonte: Fala Palermo.

Obrigada.

sábado, 8 de novembro de 2008

Novos dias, mais trabalho, menos tempo

14
Há uma semana não durmo mais à tarde, não faço mais TI, não fico mais na frente do PC inutilmente e nem fico abrindo geladeira pra pensar.
Há uma semana saio de casa antes das duas da tarde e volto depois das seis, digo “Olá” em ordem anti-horária, dou palpite no trabalho dos outros, exercito o cérebro à moda publicitária, crio, dou idéias e meto o bedelho.
Há uma semana sinto-me mais motivada com a profissão que escolhi, gosto mais do curso e não reclamo tanto da vida.
Há uma semana comecei a provar um pouco da prática para ver se é isso mesmo que quero, para ver se consigo deixar de ser somente chefe de mim mesma. Realmente espero que dê certo e que eu me apaixone completamente por publicidade, mas acredito que anatomia será sempre a preferida.
Estou na agência por vontade e amor mesmo. Para muitos posso estar trabalhando de graça, mas no final do dia quem adquiriu a experiência, o aprendizado e deu boas risadas fui eu. Ainda tenho muitos erros para acertar, muitas palavras sem acento para corrigir e muita besteira pra falar.
Por tanto, quero dizer que trabalhar na AMEpp está sendo muito bom, pois tenho um chefinho MEGABOGA e trabalho com pessoas tão MARA que PREFIRO NÃO COMENTAR.


Luize, Eu, o de Batman é o Diego, a Thayse e o Lurryan. Só faltou o Léo na foto.
Falando em Diego, o chefinho criou um blog (finalmente!).


Related Posts with Thumbnails
 
© 2010 Todos os Direitos Reservados ﺕ